SITE DO Dr. JORGE MATOS
jorgematos1.com


O Brasil que queremos


 

O Brasil que queremos é aquele:

1) Que as pessoas tenham um salário com poder aquisitivo digno e não o salário atual da maioria do povo, que é uma miséria. Obs.: A solução não é bolsa família e bolsa x, y, n. A solução é Emprego com salário digno. É um absurdo o governo federal anterior(2003-2010) e o governo federal atual ficarem dizendo que a vida do povo melhorou com os programas sociais(bolsa família e outras bolsas). Quanto mais pessoas passam a depender de bolsa família e de outras bolsas, significa que o Brasil e a vida das pessoas estão piorando e que o governo não está tendo competência, para criar condições de oferecer emprego digno e salário digno para as pessoas. Outro item absurdo do governo federal, é ficar dando dinheiro público para as pessoas, sem as pessoas trabalharem. De 1999 para cá o poder aquisitivo dos salários diminuiu. O governo federal não pode dizer que a renda do povo melhorou, se o poder aquisitivo dos salários de 1999 para cá diminuiu.

2) Que o reajuste de salário seja dado para todos os assalariados e não apenas para quem ganha o salário mínimo. Obs.: É um absurdo o governo federal defender o reajuste apenas do salário mínimo e deixar os demais assalariados(nível superior e nível 2º grau) sem reajuste. A atuação do governo federal, em relação ao reajuste do poder aquisitivo dos salários, desestimula as pessoas estudarem. Se ficar reajustando apenas o salário mínimo, daqui a pouco, o profissional de nível superior e de nível 2º grau vai passar a ganhar o salário mínimo e isto é um absurdo.

3) Que o piso e o teto dos salários(Setor Público e Setor Privado), sejam os seguintes: [(Nível Superior: piso = 15.735,00 reais e teto = 28.000,00 reais); (Nível 2º grau: piso = 6.294,00 reais e teto = 9.231,20 reais); (Salário Mínimo: piso = 2.622,50 reais e teto para cargos que não exigem formação escolar = 3.692,48 reais)].

4) Que tenha o Fundo Público de Campanha com Lista Aberta e condições iguais, para todos os candidatos disputarem um mesmo cargo eletivo, numa mesma área de abrangênciaas. Obs.: É um absurdo o sistema eleitoral atual do Brasil. Não tem cabimento uma minoria de candidatos ter muito dinheiro para fazerem as suas campanhas e a grande maioria de candidatos não ter quase nada de dinheiro para fazer as suas campanhas. A maioria dos candidatos ricos, que são bancados por grandes empresários, não defendem a maioria da população e sim defendem quem bancam as suas campanhas.

5) Que tenha a Justiça Pública Gratuita para Todos em Todas as Instâncias, incluindo o custo do Advogado. Obs.: O sistema de Justiça atual no Brasil é um absurdo. Atualmente, a grande maioria das pessoas não têm acesso à Justiça. Hoje, se a pessoa ganha acima de 1 salário mínimo, ela é obrigada a pagar para ter Justiça e defender os seus direitos e isto é um absurdo. O Cidadão não deve ser obrigado ter dinheiro para ter acesso à Justiça. Justiça deve ser dever do Estado e direito do Cidadão. Fica opcional quem quer e pode pagar.

6) Que a saúde pública, a educação pública, a segurança pública, o transporte público e os serviços públicos sejam de qualidade.

7) Que não tenha desemprego, que não tenha miséria, que não tenha pobreza e que não tenham pessoas dependendo de bolsa família e de outras bolsas para sobreviverem.

8) Que a democracia seja 100% exercida na prática.

9) Que o Empresário tenha custos de produção adequados, para que o Brasil possa concorrer em pé de igualdade, com outros países no cenário internacional.

10) Que não haja número abusivo de pedágios nas estradas e que o valor dos pedágios não seja abusivo.

11) Que as leis sejam atualizadas e cumpridas com prazo e rapidez.

12) Que tenha o voto distrital.

13) Que o reconhecimento, a gratidão, a verdade, a coerência, a lealdade, o respeito às leis e a prática do bem, sejam 100% exercidos.

14) Que as demandas do Povo indicadas no ítem 4, do ícone Movimento MQVD deste site, sejam resolvidas.

15) Que todos tenham uma qualidade de vida digna.